top of page

Retail Dopamina: a nova Promessa do Varejo

O colorido é o novo preto! Da moda para a arquitetura, o momento agora é de ousar!


Você já percebeu o movimento das grifes acenando para lojas mais coloridas? Essa tendência da "moda dopamina" surge em peso durante a pandemia trazendo looks mais coloridos afim de transmitir toda essa cor para a vida das pessoas que convenhamos, precisava.


Na neurociência já está mais que comprovado que as cores, sendo em espaços ou na roupa que você usa, provocam sensações e sentimentos, então pela mesma lógica, um look mais alegre pode SIM, cientificamente, te trazer mais alegria.


Como sabemos, as tendências normalmente partem da moda e das artes para a arquitetura, e ela chegou agora como uma grande aposta em diversos segmentos do varejo: a retail dopamina, as lojas mais coloridas e vibrantes, também traduzindo sensações para o cliente que habita aquele espaço.


O uso das cores vibrantes traduz-se também como um aceno à gen-Z e buscando cada vez mais trazer consumidores dessa geração (nascidos em 1990-2010) que já representam uma parcela generosa do consumo.


Vou trazer aqui alguns exemplos de lojas e pop ups icônicas que aderiram a tendência e a estratégia de sentimentos e sensações por trás de cada uma, shall we?


Pink Store


Fontes: Dezeen, Archdaily, FRAME, Superfuture


As marcas que investem no rosa buscam a sensação de feminilidade, amor, afeto, carinho, sensibilidade a principalmente atrair de modo especial o público feminino, mostrar que o local é delas! Passando a tons mais choque ou neon é uma cor que pode trazer energia!


Purple Store




Fonte: Forbes, NSMBL


O roxo é uma cor ousada e que traz algo de sobrenatural, de conexão interior, religiosidade, ao mesmo tempo é a cor da criatividade e inovação! Lojas que ousam nesse tom buscam com certeza chamar o máximo de atenção possível com tom de novidade! Disrupção!


Blue Store


Fonte: Retail Design Blog, Dsign Boom, Inside Retail Asia, Gazeta do Povo, Gotham Mag


As empresas que investem no azul buscam transmitir paz, tranquilidade, elegância, calma. Pode ser uma cor um pouco melancólica ou fria em tons mais claros! Já em tons mais escuros pode trazer profissionalismo ou seriedade.


Curiosidade: o azul era o pigmento mais nobre e mais caro durante a idade média, extraído de pedras preciosas e flores raras, por isso durante muito tempo foi reservado apenas à realeza, e como para fazer o roxo era necessário o pigmento azul, porém em menor quantidade, esse tom era reservado à igreja e usado pelos bispos! Daí veio o Azul Royal, o tom da realeza, portanto, uma cor nobre.


Green Store


Fontes: Enfnts Terribles, People of Design, Retail Design Blog


o Verde remete ao sucesso financeiro, prosperidade! A loja verde em tons mais claros pode trazer tranquilidade e remeter à saúde, frescor, enquanto em tons mais saturados passa a ser uma loja mais voltada para inovação e tecnologia! Use com sabedoria!


Red Store


Fonte: studio xag, Dezeen


O vermelho é reservado ao Red Carpet, e por isso luxuosa! Cor sensual, cor de alerta, do sangue e pode também ser estressante, ou simplesmente fabulosa. Requer coragem e saber dosar, mas é certo, é a melhor cor para atrair a atenção.


Orange Store


Fonte: Vogue, Design Innova, Frame Web


Marcas que investem no laranja buscam trazer energia e alegria! Em tons mais claros remetem um pouco à melancolia, ao lar, ao verão, praia, férias, em tons mais fortes e vibrantes é uma cor elétrica, energética, criativa e muito alegre! Transmite a sensação de calor e abre o apetite, então sirva um bolinho e um bom café!


Yellow Store



Fonte: Super Future, Dezeen, Luxferity


A loja amarela transmite a energia, o calor e a alegria, mas ao contrário do laranja, não tem relação direta com o apetite ou com melancolia. É pura energia e chama muita atenção!


É verdade que em uma loja com a estratégia de colorblock, encontrar a mesma cor, no mesmo tom na loja inteira pode ser um pouco - ou muito - desafiador na disposição dos produtos, por isso podemos perceber que as marcas se utilizam de estratégia: para vender produtos da cor da loja, repare que cria-se um fundo neutro para a inserção das peças e com uma iluminação de destaque, para que a peça apareça. Para o restante das peças, fora da paleta da loja, utiliza-se apenas a iluminação para o realce e as peças, bem selecionadas, descam-se por si só!


E claro, vale sempre investir no trabalho de um BOM visual merchandisign, esse é o profissional ideal para te ajudar a posicionar os produtos dentro da loja da melhor maneira possível. É o maior aliado da boa arquitetura de varejo!


Mas qual a vantagem de uma loja Retail Dopamine?

A atenção, o burburinho e a memorização. Uma loja que sai do padrão se destaca não apenas sobre as outras, mas certamente em seu contexto físico. As lojas em color block, quando bem feitas e iluminadas, provocam aquele efeito de virar o pescoço para olhar, impossível passar despercebida. E apenas por esse motivo já garante a atenção de potenciais novos consumidores que nem mesmo eram fãs da marca antes.


Além disso, o color block em cores vibrantes é necessariamente instagramável, então são lojas que repercutem em mídia e redes sociais, garantindo ainda mais fluxo de visibilidade orgânica para o negócio.


Em terceiro, lojas retail dopamine são memoráveis! Tudo o que é inesperado e sai do óbvio gera sentimentos e sensações, e o cérebro armazena com maior facilidade, por isso, ao optar por uma loja fora do comum, a empresa conquista o primeiro lugar na mente do consumidor, e vira tema de conversa.


Eai, vendo tudo isso você ainda vai insistir em uma loja branca ou cinza? O momento é de ousar! Então aproveite e surfe essa onda!


Renata Cortopassi.


留言


bottom of page